Dinâmica para Idosos
01/09/2020 | Bem-estar

Dinâmica para Idosos – Conheça os benefícios!

Como já vimos algumas vezes em nosso blog, a terceira idade é um período da vida que desperta muitas inseguranças para as pessoas. Nessa fase, é essencial contar com o carinho familiar e outras medidas para tornar a experiência rica e proveitosa. Pensando nisso, no artigo de hoje, vamos falar sobre uma prática bacana: a dinâmica para idosos.

Algumas pessoas pensam o contrário, mas precisamos quebrar esse mito: qualidade de vida não tem idade. Claro, a pessoa acima dos 60 anos não tem mais a mesma disposição ou preparo físico de outrora, contudo, ela possui muito mais conhecimento e vivência que os mais novos – e isso faz um enorme diferença.

Basicamente, as dinâmicas para idosos, amplamente utilizadas em casas de repouso, são exercícios que mostram como é possível ser feliz, aprimorar competências e buscar seus objetivos mesmo depois dos 60 anos. Quer entender tudo sobre o assunto? Continue a leitura!

O que é a dinâmica para idosos?

Como explicamos antes: as dinâmicas são atividades lúdicas voltadas para as pessoas da terceira idade. Ou seja, elas possuem uma metodologia voltada para as questões relacionadas a esse público.

Dessa forma, cada grupo que participa de uma dinâmica apresenta características próprias que precisam ser levadas em conta na hora de pensar e programar a brincadeira.

Benefícios das dinâmicas para idosos

O primeiro benefício desta prática é a interação que ela gera. Por diferentes motivos, muitos idosos tendem a diminuir o seu nível de interação social. O ritmo das rotinas diminuiu, os filhos e netos estão muito atarefados ou os amigos mais próximos acabam partindo… São inúmeras situações que provocam esse isolamento.

Independentemente de qualquer coisa, o contato com outras pessoas da mesma faixa etária torna-se muito importante, uma vez que há trocas e compartilhamento de vivência com aqueles que enfrentam problemas e questionamentos semelhantes.

Outra vantagem interessante é o bem-estar físico. Afinal, o corpo do idoso também agradece pela realização de atividades lúdicas e coletivas. Para facilitar o entendimento, usaremos uma analogia: pense no corpo humano como um automóvel. Se ele fica muito tempo parado na garagem, começa a dar problemas, certo? Na primeira tentativa de ligar o motor, a bateria não dará sinal de vida. O princípio é o mesmo.

Como os músculos e as estruturas ósseas não são mais as mesmas depois dos 60, os exercícios físicos são fundamentais para ajudar no funcionamento do sistema cardiorrespiratório, por exemplo. Obviamente, tudo isso precisa ser feito com a devida supervisão; mas não se preocupe, a dinâmica para idosos tem um lado recreativo muito bem definido.

Exemplo de Dinâmica para Idosos

Para ilustrar, separamos algumas dicas de dinâmicas para idosos, confira!

Para quem você tira o chapéu?

Uma dinâmica simples de se fazer e que visa estimular a autoestima dos idosos. Para praticar, basta pegar um chapéu ou um espelho que será colado na parte interna do acessório. Basicamente, cada idoso que receber o chapéu deve responder se ele tira o chapéu para quem está refletindo no fundo do objeto.

Esta é uma dinâmica de verdadeira importância, pois ela estimula o idoso a se valorizar, analisando tudo pelo o que passou, todas as conquistas que obteve e continua obtendo ao longo da vida, além de reconhecer suas principais habilidades e características físicas e pessoais, que fazem com que ele seja e tenha se transformado no indivíduo que é hoje.

O papel colorido

Esse exercício tem como objetivo relatar sentimentos e trocar experiências. O começo da dinâmica consiste nos participantes fecharem os olhos e pensarem em sentimentos que estão na sua mente naquele momento. Depois, cada um deve escolher uma tira de papel com a cor que ilustra a emoção.

Em seguida, eles devem ser separados por cores, ou seja, aqueles que escolheram tiras de papel da mesma cor devem se juntar e conversar por cerca de 10 a 15 minutos. Passado o tempo do bate-papo, os participantes devem formar um grande círculo e trocar suas experiências, relatar sobre o sentimento vivido e comentar como foi a conversa.

Danças

Nesse último exemplo, o líder da dinâmica deve pedir para que os participantes façam duplas. Depois, explica que, ao começar a música, eles devem dançar e conversar por um minuto – falando nomes, idades, onde nasceram, coisas que gostam, etc. Após um sinal, os idosos precisam trocar de duplas e repetir a ação, até que todos os participantes sejam apresentados uns aos outros.

O que achou do nosso artigo sobre dinâmica para idosos? Se gostou do artigo, não deixe de acompanhar nosso blog. Somos um site especializado em casas de repouso, por isso, se procura uma opção para cuidar do seu querido parente, veja as opções disponíveis em nosso site.

Nos vemos no próximo artigo!