Sonolência Excessiva
27/10/2020 | Dicas

Sonolência Excessiva – Dicas para regular o sono

Sem dúvidas, um dos maiores inconvenientes para pessoas é o sono desregulado, seja insônia ou sonolência excessiva, passar por esse tipo de situação gera um enorme desconforto. Problemas dessa natureza podem ocorrer por inúmeros motivos… No artigo de hoje, vamos focar mais na sonolência excessiva e como resolver essa questão.

Portanto, se você sente muito sono durante o dia e as tarefas diárias tornam-se um verdadeiro desafio, continue a leitura que te ajudaremos a lidar com isso.

Boa leitura!

O que causa a sonolência excessiva?

Antes de qualquer dica, é fundamental compreender o que pode estar por trás dessa sonolência excessiva. Existem muitas condições médicas que podem comprometer nossa qualidade de sono, veja abaixo:

Diabetes

Uma das principais consequências da diabetes é o cansaço frequente. Nesse caso, a glicose do sangue não chega a todas as células, ou seja, falta energia no corpo para as tarefas diárias – resultando em um quadro de sonolência diurna.

Anemia

A falta de ferro no sangue é um outro fator que pode desencadear cansaço, sonolência e desânimo. Nas mulheres, isso é ainda pior na época da menstruação, uma vez que as reservas de ferro no organismo diminuem ainda mais.

Apneia do sono

A apneia do sono é uma das causas mais comuns para sonolência excessiva. Essa condição é caracterizada pela falta de oxigênio nos pulmões enquanto a pessoa está dormindo, o que pode ocorrer por breves períodos, várias vezes durante a noite e comprometendo o descanso.

Depressão e a sonolência excessiva

A depressão, considerada por muitos a doença do século, traz como sintomas o cansaço físico e mental frequente. Ou seja, a pessoa fica sem ânimo para executar tarefas ou até mesmo trabalhar. Isso acaba por afetar não só a parte mental, mas também a física.

Fibromialgia

Em alguns casos, a sonolência excessiva pode estar relacionada à fibromialgia. Nessa situação, há um cansaço frequente e um aumento da sensibilidade à dor muscular. Dessa forma, as dores incessantes podem afetar o descanso. Em outras palavras, a pessoa já acorda cansada, quase como se não tivesse repousado na noite anterior.

Doenças cardíacas

Doenças cardíacas exigem muita atenção quando o assunto é sono desregulado, principalmente a arritmia e o entupimento das artérias, já que elas podem causar cansaço e tontura. Em pessoas que sofrem com essas condições, o coração não tem forças suficientes para enviar sangue para todo o corpo. Portanto, a pessoa parece sempre cansada demais.

Infecções

Infecções como resfriados e gripes também podem resultar em sonolência excessiva, já que o corpo usa todas as energias para combater esses micro organismos.

Alterações da tireoide

Outra possível causa são as alterações na tireoide. Estes hormônios possuem um papel importante em nosso corpo: manter o metabolismo acelerado. Ou seja, quando eles são afetados, o cansaço se manifesta.

Medicamentos também podem causar sonolência excessiva

Por último, destacamos o impacto de alguns medicamentos no nosso sono: antidepressivos, antialérgicos, anticonvulsivantes, tranquilizantes, entre outros podem resultar no sono excessivo.

Dicas para melhorar a sonolência excessiva

Agora que entendemos algumas razões que explicam a sonolência excessiva, confira nossas dicas para lidar com o problema:

  • Alimentos estimulantes: durante o dia, o ideal é consumir alimentos ricos em cafeína, como café, açaí, chocolates, chá verde e chá de gengibre. Eles costumam aumentar a disposição, pois aceleram os batimentos cardíacos e melhoram a circulação;
  • Alongamentos: uma das melhores formas de combater a sonolência excessiva é estimulando a circulação sanguínea. Portanto, realizar alongamentos pode ser uma alternativa interessante para render uma energia extra durante o dia. O tempo ideal é de 30 minutos;
  • Exercícios de respiração: inspire fundo pelo nariz, segure por 2 segundos e depois solte pela boca. Repita o processo 10 vezes. Esse simples exercício ajuda a aumentar a quantidade de oxigênio no sangue e, por isso, pode combater a sensação de sonolência diurna;
  • Gaste mais energia: atividades físicas elevam o calor corporal e ajudam a combater a sonolência excessiva. Além disso, a queima de gordura e a perda de peso melhoram a respiração, contribuindo diretamente para o tratamento da apneia do sono, por exemplo;
  • Organização diária: sem dúvidas, a preocupação com a rotina prejudica o sono, provocando insônia à noite e sonolência excessiva no dia seguinte. Portanto, para esse tipo de situação, recomendamos que antes de deitar, planeje a lista de afazeres do próximo dia. Assim, você deixa a cabeça livre destes pensamentos ao deitar;
  • Higiene: você sabia que existem algumas práticas chamadas de “higiene do sono”? Basicamente, elas ajudam a evitar a privação do sono. Para isso, tente dormir sempre no mesmo horário e deixe o ambiente adequado para uma noite tranquila de sono: desligue as luzes (inclusive a do celular e televisão) e não fique exposto a barulhos externos.

O que achou do nosso artigo sobre sonolência excessiva? Se gostou do artigo, não deixe de acompanhar nosso blog. Somos um site especializado em casas de repouso, por isso, se procura uma opção para cuidar do seu querido parente, veja as opções disponíveis em nosso site.

Nos vemos no próximo artigo!